Sem categoria

Vistoria de imóvel novo: por que é importante e o que analisar?

dezembro 28, 2018
Tempo de leitura 6 min

Comprar a casa própria é a realização de um sonho, mas isso exige alguns cuidados para não ter problemas que podem atrapalhar esse momento. Para isso, é fundamental passar pela vistoria de imóvel novo.

Muitas pessoas acreditam não haver necessidade de fazer esse procedimento ao adquirir um imóvel, pois não existirão sinais de uso ou problemas causados por antigos proprietários. Porém, mesmo nesses casos, a vistoria é fundamental para que o proprietário tenha segurança e tranquilidade com essa aquisição.

Por isso, preparamos este post para mostrar a importância da vistoria e o que deve ser analisado nesse momento. Continue a leitura e saiba mais!

Qual a importância da vistoria de imóvel novo?

A vistoria garante que o imóvel está de acordo com as condições indicadas no contrato. Isso traz segurança tanto para quem compra quanto para quem vende. Veja a seguir as principais funções desse procedimento e por que ele é tão importante.

Identificar eventuais defeitos

Nas visitas para escolher um imóvel ou para ver os resultados da construção, quando adquirido na planta, dificilmente as pessoas se atentam a todos os detalhes. Como consequência, alguns defeitos podem passar despercebidos e causar transtornos no futuro.

A vistoria de imóvel novo existe para evitar esses problemas. Com uma análise detalhada, o comprador pode verificar todas as características para ter certeza de que o bem está em plenas condições de uso e não tem nenhum defeito relacionado à construção ou ao acabamento.

Verificar se o imóvel segue as especificações do contrato

Essa é uma questão fundamental nas compras de imóveis na planta: o memorial descritivo indica a qualidade dos materiais usados, como pisos, pedras e revestimentos, mas é preciso verificar se a construtora observou todos os detalhes.

A troca de algum produto afeta o resultado da construção, deixa o cliente insatisfeito e, muitas vezes, pode exigir reformas para adequar o imóvel. Com a vistoria, é possível verificar se o memorial descritivo foi seguido e, caso seja necessário, requerer a substituição dos materiais.

Solicitar o ajuste de eventuais irregularidades

A vistoria é feita com acompanhamento de um profissional para atestar eventuais problemas, anotar todas as solicitações e apresentar as possíveis soluções para encontrar a melhor alternativa. Em alguns casos, as construtoras enviam uma equipe preparada para fazer pequenos reparos e solucionar problemas mais simples, sem que o comprador precise esperar para isso.

É importante ressaltar que sem a vistoria de imóvel novo é mais difícil identificar de quem é a responsabilidade por eventuais problemas. Isso pode refletir em prejuízos para o comprador.

O que analisar na vistoria de imóvel novo?

Para garantir uma vistoria completa, o ideal é montar um checklist de todos os itens a serem analisados e levá-lo ao imóvel no dia marcado. Assim, você garante que tudo será verificado e evita surpresas após a entrega das chaves.

Parte elétrica, hidráulica e gás

Nos imóveis novos, essa parte da vistoria exige atenção e apoio de um profissional. A depender das condições do contrato, o apartamento pode estar sem luminárias, torneiras, espelhos de tomadas, chuveiros e outros itens. Ou seja, será preciso usar equipamentos específicos para fazer a avaliação.

Por isso, é importante encontrar um profissional de confiança para verificar o funcionamento de toda a parte elétrica, hidráulica e, se for o caso, a instalação do gás. Em geral, é necessário observar os seguintes itens:

  • quadro de luz;
  • disjuntores;
  • vazamentos ou entupimentos;
  • tomadas e os interruptores;
  • água (torneiras, chuveiro e descarga);
  • gás.

Pisos, tetos e paredes

Analise com atenção os tetos e paredes em busca de rachaduras, eventuais problemas no reboco ou na pintura e outros acabamentos indicados no memorial. Por exemplo, se ele indicava que o teto teria acabamento em gesso, veja se foi instalado no local correto e se está bem feito: desníveis, ondulações ou trincas devem ser consertados.

Os pisos também merecem atenção especial, principalmente, porque eventuais trocas causam transtorno com a retirada de móveis. Aqui, você precisa observar detalhes como:

  • arranhões ou danos;
  • falhas ou manchas;
  • rachaduras ou trincas nos azulejos;
  • problemas no contrapiso;
  • nivelamento.

E tenha atenção aos rejuntes dos pisos e das paredes. Veja se eles cobrem todas as frestas e se os excessos foram retirados. Caso encontre peças com defeito, faça a marcação e solicite os reparos antes da mudança.

Portas e janelas

As portas e janelas são fundamentais, pois têm diferentes funções: circulação, entrada de ar, iluminação, acesso aos ambientes e segurança. Por isso, tenha alguns cuidados especiais, como:

  • verifique também os materiais usados nos batentes e esquadrias;
  • veja se elas abrem e fecham corretamente;
  • procure por arranhões ou danos na pintura;
  • teste as fechaduras e travas nos dois lados;
  • observe os vidros para ver se existem arranhões, rachaduras ou manchas de tinta;
  • tenha atenção às maçanetas, dobradiças, trincos, batentes e trilhos, que devem estar bem instalados.

Áreas comuns

É comum o foco da vistoria estar na área privativa, mas quando o bem faz parte de um condomínio, também é importante analisar as áreas comuns. Afinal, elas serão usadas no seu dia a dia e influenciam na valorização do imóvel. Fique de olho em itens como:

  • corredores;
  • elevadores;
  • escadas;
  • área de lazer;
  • salão de festa;
  • garagem;
  • portaria.

Eles fazem parte do empreendimento e afetam o uso pelos moradores. Portanto, reserve um tempo para vistoriá-los e ver se correspondem à proposta apresentada no momento da venda. Todos os itens devem estar de acordo com a oferta e o memorial descritivo, mesmo as áreas comuns. Indique os problemas e solicite os reparos necessários se for o caso. 

Lembre-se de que essa aquisição exigiu esforço e planejamento. Por isso, faça a vistoria com calma e teste tudo que for possível: fechaduras, janelas, portas, torneiras, interruptores etc. Um vendedor sério não terá problemas em fazer os reparos necessários para entregar um imóvel em plenas condições de uso.

Como vimos, a vistoria de imóvel novo é um procedimento essencial para trazer mais segurança para a compra. Ao fazer isso, você garante que receberá tudo conforme indicado no contrato e evita surpresas após a entrega das chaves.

Então, este post esclareceu o assunto ou você ainda ficou com alguma dúvida? Deixe o seu comentário e compartilhe com a gente!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up