Família

Manual do imóvel ideal: descubra como encontrar o seu!

outubro 8, 2018

Um dos objetivos mais comuns na vida dos brasileiros é a conquista do sonho da casa própria. Contudo, encontrar um imóvel ideal não é uma missão muito fácil. Será preciso muito planejamento para que esse sonho não se torne um grande pesadelo.

É fundamental garantir certo equilíbrio entre as necessidades, buscando um imóvel que possa acomodar os moradores de uma maneira confortável e, ao mesmo tempo, apresente as facilidades que se espera de um bom local.

Pensar nos pontos mais importantes para você e sua família será de grande valia para a realização da melhor escolha possível. Essa é a única maneira de evitar arrependimentos futuros, concorda?

Sendo assim, deve-se avaliar o tamanho da moradia, a quantidade de vagas de garagem, o número de quartos e outros pontos importantes. Não podemos nos esquecer de que a escolha do imóvel é uma decisão que perdurará por muitos anos.

Ficou interessado pelo assunto? Então, você está no lugar certo. Criamos um manual do imóvel ideal, com passos para que você descubra como encontrar o seu. Não deixe de conferir!

Precisando de um imóvel novo? Entenda como começar a busca!

O primeiro passo para encontrar o imóvel ideal é entender suas necessidades e as de sua família. Não devemos considerar apenas a situação atual, mas também o futuro.

Se você tem filhos pequenos, por exemplo, é preciso encontrar um local próximo a escolas de qualidade. Contudo, esse mesmo local também deve ser bem localizado a ponto de não oferecer barreiras para quando eles forem para a universidade.

Pensar nesse tipo de situação pode ser uma prática extremamente interessante. Além disso, deve-se levar em consideração a quantidade de quartos que é imprescindível para sua família, lembrando que o número de pessoas pode aumentar.

Uma dica interessante é listar os pontos mais importantes, evitando esquecer-se de alguma característica importante. Assim, será possível iniciar a busca pela realização do seu sonho.

Online ou offline? Onde procurar?

Essa é uma dúvida de muitas pessoas. Normalmente, utilizamos a internet para buscarmos produtos para o nosso dia a dia, mas será que podemos utilizá-la para encontrar o imóvel ideal?

Bom, é possível encontrar uma grande oferta de imóveis no meio online, fazendo com que a internet se torne uma aliada importante nessa etapa. A busca certamente passará por opções que não estejam adequadas às suas necessidades, mas isso faz parte do processo.

As principais construtoras, incorporadoras e imobiliárias do mercado contam com sites atualizados, que mostram as principais características de seus imóveis e facilitam o processo de busca dos interessados.

Desse modo, quando encontrar um imóvel que desperte o seu interesse, será necessário separá-lo dos demais. O critério de busca é um ponto importante, mas não deve ser engessado. Em outras palavras, se ficou em dúvida sobre determinada unidade, adicione-a à sua lista.

O próximo passo é revisar a lista de opções, e eliminar as alternativas que você realmente não deseja. Contudo, é importante manter várias opções, pois ainda estamos no início da busca.

Após isso, podemos visitar a região da edificação, e verificar se contempla todas as suas necessidades. Caso contrário, esse imóvel também pode ser excluído da lista. Assim, já é possível agendar uma visita com um corretor, para conhecer o interior do bem e ver se as fotos do site realmente representam a realidade.

É válido afirmar que a busca online deve ser complementada por ações offline. Conhecer e definir os bairros de busca, identificar a melhor região para se morar e outros aspectos são atividades offline primordiais para o sucesso.

Durante a visita a uma determinada região, pode ser possível encontrar uma propriedade que seja adequada às suas necessidades. Em outras palavras, o indicado é utilizar a internet para ajudar, mas nem sempre o imóvel ideal será encontrado online.

O que considerar na hora de comprar um imóvel ideal?

Obviamente, existem inúmeros pontos a serem considerados na hora de comprar o imóvel ideal. É preciso analisar a localização, prestar atenção nos detalhes, verificar a disposição dos cômodos, analisar a vista do local, entre outros fatores. Saiba mais a seguir:

Analise a localização

A região em que o imóvel está inserido é um dos primeiros pontos que devemos levar em consideração. O bairro a ser escolhido pode influenciar o preço do metro quadrado e a sua rotina, por exemplo.

Para saber se o preço cobrado é justo, faça uma pesquisa por opções próximas, comparando o valor do metro quadrado. Analisar imóveis vizinhos pode ser uma boa prática.

Já a sua rotina se relaciona com vias de fácil acesso, transporte público disponível, entre outras facilidades. O melhor a se fazer é analisar as principais rotas que você poderá utilizar para ir ao trabalho ou para deixar os filhos na escola.

A partir de então, procure conhecer um pouco mais a região. Faça visitas em diferentes horários, como o horário de pico, no início do dia ou no fim da tarde. Assim, será possível verificar o trânsito local, evitando surpresas desagradáveis.

Não podemos deixar de avaliar a qualidade de vida do local. Então, procure por praças e parques que sejam próximos e que propiciem um ambiente ao ar livre. Pistas de corrida e a proximidade a academias também podem ser atributos interessantes.

Preste atenção nos detalhes

Quando for realizar uma visita a um imóvel de seu interesse, é preciso prestar atenção em alguns detalhes. Para imóveis usados, por exemplo, itens como acabamento e o estado de conservação são crucias para o sucesso de sua compra.

Uma ideia interessante, nesse momento, é tentar projetar sua vida naquela região. Imagine como será sua rotina e de seus familiares. Essa prática será de grande valia para que você verifique a necessidade de reformas no imóvel ou se ele já está apto para receber todas as pessoas.

Assim, você saberá se será necessário desembolsar um valor financeiro para realizar o processo de mudança, podendo se programar para tais despesas. Pense nisso!

Verifique a disposição dos cômodos

Vários compradores acreditam que essa atividade não rende frutos, mas a disposição dos cômodos em um imóvel é algo que interfere diretamente na qualidade e no uso do bem, sendo fundamental para definir se esse é um imóvel perfeito ou não.

Muitas vezes, a disposição dos cômodos não agrada aos moradores, sendo responsável por fazê-los continuar a busca pelo imóvel ideal. Um bom exemplo se dá em relação à cozinha: algumas pessoas não gostam de tê-la perto dos banheiros.

Contar com a sala de estar muito próxima dos quartos também é uma reclamação frequente. Sendo assim, preste atenção na disposição dos cômodos, evitando problemas futuros.

Analise a vista do local

Quando pensamos em um imóvel ideal, não podemos considerar apenas o espaço interior, mas todos os aspectos do bem, como a parte externa, seu entorno e até mesmo a vista do local.

A vista de um prédio ou de uma casa pode ser responsável por fornecer uma sensação de bem-estar para todos os moradores. Uma área com varanda, por exemplo, pode ser utilizada por toda a família, aproveitando a vista e criando experiências incríveis.

Qual o tamanho do apartamento ideal para você?

Certamente, essa é uma pergunta que a maioria dos compradores faz: qual o tamanho ideal do apartamento? Bom, existem alguns aspectos a serem avaliados antes de sair procurando por opções no mercado.

Devemos pensar no tamanho da nossa família, sem nos esquecermos dos animais de estimação. O estilo de vida e o planejamento familiar também podem ser importantes nessa definição. Veja mais detalhes abaixo!

Atente ao tamanho da família

O primeiro ponto que devemos observar para definir o tamanho ideal para o seu apartamento é o tamanho de sua família. Esse aspecto deve ser levado em consideração antes de qualquer decisão.

Um apartamento pequeno pode ser o imóvel ideal para jovens recém-casados. Contudo, esse mesmo apartamento pode ser insuficiente para uma família que já tem filhos, por exemplo.

Não podemos nos esquecer de pessoas que possam, eventualmente, morar com você. Pais, irmãos, primos e até mesmo amigos podem passar uma temporada em sua residência e essa situação também deve ser ponderada.

Não se esqueça dos animais de estimação

Os animais de estimação estão se tornando parte integrante de um grande número de famílias brasileiras. Inclusive, muitas pessoas não conseguem abrir mão de seus animais e, obviamente, esse é mais um aspecto que pode ser avaliado na compra de um imóvel.

Se sua família tiver algum pet, será interessante escolher um imóvel que esteja de acordo e possa abrigar o animalzinho, suprindo suas necessidades.

Avalie o seu estilo de vida

O estilo de vida também deve pesar no tamanho do imóvel ideal para você. Uma pessoa que gosta de receber amigos e familiares, por exemplo, necessita de uma sala mais ampla ou um espaço destinado para tal atividade, como uma varanda gourmet.

Pessoas que gostam de cozinhar devem procurar por uma cozinha mais robusta, capaz de comportar uma variedade de eletrodomésticos. Já os amantes do churrasco devem procurar por um quintal amplo, ou escolher um condomínio com espaços destinados a churrasqueiras.

Invista em planejamento familiar

Outro ponto que pode ser relevante para escolher um imóvel ideal é o planejamento familiar. Se você é recém-casado, por exemplo, e pretende ter filhos, deve-se pensar em um local que tenha um número maior de cômodos.

Famílias que já tem uma criança, mas desejam ter novos filhos também devem procurar por esse tipo de imóvel. Será necessário procurar por opções que tenham mais quartos e banheiros, pois o número de moradores aumentará.

As famílias que não vão crescer mais, ou seja, os pais não querem ter mais filhos, também devem investir em planejamento familiar. As crianças vão crescer e precisarão de mais privacidade. Então, um dormitório e um banheiro exclusivo podem fazer toda a diferença.

Condomínio, casa ou apartamento? Quais as diferenças?

Somente quando estamos procurando por uma residência é que nos damos conta da quantidade de nomes existentes para definir os diferentes tipos de moradia que existem. Por conta disso, é normal não saber a diferença entre as principais opções. Vamos facilitar a compreensão delas nos próximos tópicos. Acompanhe!

Flat

Um flat nada mais é do que uma residência com serviços de hotel, trazendo conforto e segurança. Um flat é composto por sala, quarto e banheiro, além de uma cozinha pequena. Área de serviço é inexistente, pois, para lavar roupas, pode-se utilizar a lavanderia do empreendimento, que também é um dos serviços oferecidos.

Quitinete

Uma quitinete é um apartamento pequeno, com área entre 15 e 40 m². A planta do local é definida por apenas um cômodo, ou seja, quarto, sala e cozinha estarão em um mesmo ambiente. Somente o banheiro fica separado.

Cobertura

As coberturas são apartamentos que se localizam no último andar de um edifício. Eles costumam ser maiores que as demais unidades do edifício, podendo ser lineares, duplex ou triplex. Em outras palavras, podem ter um, dois ou três andares.

Apartamento padrão

O apartamento padrão é uma unidade predial que se localiza abaixo da cobertura. Essas unidades são dotadas de sala, cozinha, banheiro, área de serviço, quartos e outros cômodos, todos separados por paredes.

Além disso, existem algumas unidades que contam com uma área privativa. Essa nada mais é do que um espaço de uso exclusivo do proprietário. O mais comum é encontrarmos áreas privativas externas ao apartamento, deixando-o parecido com uma casa.

Casa

A definição de uma casa nada mais é do que uma residência térrea com um ou mais pavimentos, construída dentro de um terreno que conta com recuos laterais.  Muitas pessoas confundem uma casa com um sobrado, que é uma residência que está ligada a outra de dois pavimentos. Geralmente, essas unidades dividem a mesma parede.

Mansões, por sua vez, são casas gigantescas, suntuosas e de grandes proporções. O luxo e o conforto são características sempre presentes. Além disso, jardins, área de piscina, espaço de lazer e área verde também são facilmente identificadas.

Condomínio

Condomínios podem ser conceituados como uma forma de desenvolvimento imobiliário ou de comunidades residenciais, onde o acesso de pessoas e veículos é restrito. Normalmente, eles têm poucas ruas ou são edifícios residenciais murados.

Pequenos condomínios disponibilizam apenas uma área comum para seus moradores, enquanto grandes condomínios podem oferecer uma infraestrutura completíssima, permitindo, inclusive, que seus moradores não dependam de “contato externo”.

É válido ressaltar que um condomínio pode oferecer vantagens interessantes, como segurança 24 horas, área de lazer, tranquilidade, comodidade, entre outros aspectos. Certamente, esses são os principais atrativos desse tipo de propriedade.

Podemos encontrar empreendimentos com academias, piscinas, spas, lavanderias, áreas gourmets e até mesmo restaurantes. Além disso, existem unidades que oferecem espaços destinados exclusivamente para crianças, garantindo a segurança dos pequenos e a tranquilidade dos pais.

Quais são as alternativas de pagamento na compra de imóveis?

A compra de um imóvel não pode ser vista como uma compra qualquer. Devido ao alto montante envolvido, é preciso tomar certo cuidado. Comprar à vista, por exemplo, pode apresentar vantagens consideráveis.

Contudo, poucas são as pessoas que têm a quantidade de dinheiro necessária para tal feito. O mais comum é utilizarmos as opções de financiamento disponíveis, como a tabela Price e a tabela SAC, as duas modalidades mais usuais.

Tabela Price

tabela Price é a modalidade de financiamento no qual o valor das prestações se mantém fixo, ou seja, a amortização cresce a cada mês. Assim, o saldo devedor é sanado aos poucos, até que o pagamento seja finalizado.

Os juros, por sua vez, são inseridos nas prestações, tendo forte impacto no começo do pagamento. Contudo, com o passar do tempo, sua influência diminui, mas a amortização aumenta, como forma de compensação (mantendo o valor da parcela constante).

Tabela SAC

tabela SAC (Sistema de Amortização Constante) oferece a oportunidade de pagarmos um valor constante para amortização, como sugere o próprio nome. Esse valor será descontando todos os meses, fazendo com que a prestação diminua, com o passar do tempo.

As parcelas dessa modalidade de financiamento são formadas pela amortização e pelos juros sobre a dívida. Assim, o começo do financiamento é o momento mais complicado, pois as parcelas têm valores maiores.

Portanto, podemos afirmar que, na tabela SAC, as parcelas começam em um alto patamar, diminuindo ao longo do tempo. Os juros também apresentam o mesmo comportamento, diminuindo com os pagamentos (pelo fato de a amortização ser constante).

Como ter certeza da procedência do imóvel?

Garantir que um imóvel é de procedência e que não há nenhum problema com sua documentação é essencial para assegurar o sucesso da compra.

Se o imóvel for usado, por exemplo, é recomendado solicitar a matrícula atualizada no cartório em que o registro foi feito. Esse documento funciona como um histórico do bem, sendo possível descobrir se o financiamento já foi quitado ou se pode haver o risco de penhora.

Uma certidão negativa de tributos também pode ser solicitada. Esse documento será responsável por certificar que o IPTU está em dia, que a área construída no terreno corresponde ao que foi declarado, entre outras coisas.

Em caso de imóveis em condomínios, é necessário confirmar com o síndico a existência de débitos, mensalidades e multas em atraso. Isso é importante, pois, ao adquirir o imóvel, o novo dono assume a responsabilidade por todas as dívidas, ainda que anteriores à compra.

Não podemos nos esquecer de verificar se o proprietário faz parte de uma ação judicial. Nesse caso, o imóvel pode estar implicado. Um condomínio, por exemplo, pode ser indiciado em uma ação trabalhista. Se houver derrota, os moradores se verão obrigados a ratear o custo.

Quais os 5 erros na compra de imóveis que você não pode cometer?

A escolha do imóvel ideal não é uma tarefa fácil. Como já destacado, precisamos garantir que a realização de um sonho não se torne um grande pesadelo. Para tanto, precisamos prestar atenção em 5 erros que não podemos cometer ao comprar um imóvel. Veja:

1. Comprar por impulso

Infelizmente, muitas pessoas se precipitam nesse momento. É importante lembrar que esse momento é delicado e pode gerar uma gama de emoções únicas, mas não é qualquer unidade que poderá ser considerada o imóvel ideal, não é mesmo?

Os compradores precisam avaliar inúmeros pontos antes de tomar uma decisão, principalmente, por conta do tipo de investimento, que será de longo prazo (em alguns casos, para o resto da vida).

Então, é essencial ser racional nesse momento. Comprar por impulso é um dos erros mais cometidos e deve ser evitado a todo custo. É importante lembrar que os corretores sempre tentarão convencer você, utilizando técnicas de vendas. Mas é preciso ter calma e tranquilidade para fechar esse tipo de compra. Lembre-se disso!

2. Visitar o local apenas uma vez

Esse talvez seja um dos erros mais grosseiros que podemos cometer. Por mais que você conheça a região ou se encante com o bairro e a vizinhança, é preciso se certificar de que essas impressões sejam verdadeiras.

A melhor alternativa é passar pelo bairro em diferentes horários, avaliando pontos importantes, como o trânsito, o fluxo de pessoas, a segurança, comércio local, entre outros pontos. Conversar com moradores e com o síndico pode ser interessante para identificar se você se encaixa no perfil da região e se os costumes dela vão ao encontro dos seus.

3. Não avaliar a região

Continuando a linha de raciocínio sobre os impactos da região, é crucial avaliarmos o local onde fica o imóvel escolhido. O entorno pode interferir diretamente na rotina dos moradores e também no preço do apartamento.

Um imóvel localizado na região central da cidade apresenta algumas vantagens, como comércio, transporte público disponível e segurança. Já uma unidade localizada em bairros mais distantes pode ser mais tranquila, ter menor custo e áreas maiores.

Dessa forma, será possível compreender a importância de se avaliar a região antes de finalizar a compra. Pontos importantes serão identificados, sem esquecer-se do crescimento de sua família (que, certamente, será determinante para alguns aspectos).

4. Ignorar gastos extras

Além do valor das prestações e da entrada, existem outros gastos que não podem ser ignorados. O pagamento de taxas e impostos não pode ser menosprezado, em hipótese alguma. Entre as principais taxas, podemos destacar:

  • o ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis);
  • IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano);
  • taxas de condomínio;
  • despesas de transferência;
  • serviço de corretagem.

Todas essas taxas devem constar em seu planejamento financeiro, garantindo que você não tenha problemas após finalizar a compra do imóvel. Não se esqueça desses itens!

5. Não ler o contrato

Podemos dizer que assinar um contrato sem a devida leitura é um dos principais costumes dos brasileiros. O contrato imobiliário pode apresentar cláusulas prejudiciais aos compradores.

Lembre-se: por mais renomadas que sejam, as construtoras podem fazer acordos impróprios em seu contrato. Então, caso tenha alguma dúvida, não assine o contato antes de conversar com um advogado ou um profissional especialista no assunto.

Como pode ser percebido ao longo da leitura deste conteúdo, encontrar o imóvel ideal não é nada fácil, mas também não é nenhum bicho de sete cabeças. Primeiramente, precisamos nos conhecer melhor, identificando os pontos que consideramos essenciais, importantes e/ou insignificantes.

A partir de então, será possível iniciar a busca, procurando por unidades que estejam dentro do padrão de aceitação de sua família. Seguir as dicas que demos e prestar atenção nos detalhes podem ser um grande diferencial em sua compra.

Podemos afirmar, inclusive, que essa é uma das melhores maneiras de encontrarmos o imóvel ideal para nossas necessidades. Assim, o sonho de realizar essa compra, após toda ansiedade e demais sensações, será realizado com sucesso. Todos os integrantes de sua família ficarão extremamente felizes. Pense nisso!

E aí, descobriu o que deve ser feito para encontrar seu imóvel ideal? Nossas dicas podem ajudá-lo? Então, para ter acesso a outros conteúdos como este, curta nossa página no Facebook e siga-nos no LinkedIn. Estamos te esperando!

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply